WhatsApp Pay: tudo o que você precisa saber

Em junho de 2020 o Banco Central anunciou que o serviço precisava passar por uma avaliação de eventuais riscos. No início de maio de 2021, após quase um ano de suspensão, o WhatsApp anunciou a liberação do WhatsApp Pay. Já em funcionamento, o serviço inicialmente está disponível apenas para movimentações entre pessoas físicas, ou seja, pessoas que utilizam do WhatsApp Business ainda não tem o serviço disponível.


Nesse conteúdo, vamos sanar todas as eventuais dúvidas que possam surgir sobre o recurso. Confira:


É seguro utilizar o WhatsApp Pay?


Todas as transações feitas pelo WhatsApp são protegidas pelas seguintes medidas:


  • Monitoramento antifraude para detectar atividades e compras não autorizadas;


  • É possível adicionar um PIN ou usar uma biometria do celular para garantir mais segurança ao realizar transações;


  • Ao adicionar um cartão de débito no WhatsApp ocorre um processo de verificação do método de pagamento.


De qualquer forma, a desconfiança nunca é demais. Algumas formas de não cair em golpes no WhatsApp são:


  • Desconfie de promoções muito vantajosas: segundo a PSafe (empresa de segurança digital), em média 23 usuários são vítimas de golpes pelo WhatsApp diariamente. No caso de pagamentos pela plataforma, é importante verificar a procedência das promoções antes de informar qualquer dado pessoal, confirmações pelos meios oficiais de uma loja podem evitar problemas futuros.


  • Não repasse códigos recebidos por SMS: é possível clonar contas de WhatsApp e se passar pela vítima com códigos de confirmação enviados por sms. Golpistas se passam por empresas conhecidas e pedem para que o usuário informe o código recebido que na realidade, liberam acesso da sua conta para terceiros.


  • Autenticação em dois fatores: essa medida proporciona extrema proteção aos aplicativos. O recurso solicita um PIN definido pelo usuário quando um login em novo aparelho é detectado. O sistema é importante pois impossibilita que um criminoso use o recurso “esqueci minha senha” para modificar o acesso à conta.


Se mesmo após essas dicas você não se sentir confortável em usar o WhatsApp Pay, não hesite em procurar seu banco, afinal, para realizar transações pelo WhatsApp todos os dados precisam passar pelo sistema bancário.


Como funciona?


O recurso é oferecido pelo Facebook Pay, uma maneira prática desenvolvida pelo Facebook para enviar e receber dinheiro pelo aplicativo, esse recurso é processado pelo Facebook Pagamentos e Cielo.


Para ter acesso ao WhatsApp Pay, é preciso baixar a última versão do WhatsApp na loja de aplicativos do seu celular.


Porém, o serviço está sendo disponibilizado aos poucos para os usuários. Caso você esteja com a última versão baixada e mesmo assim não tenha acesso, uma forma de fazer isso é ser “convidado” por um amigo que já tenha a função disponibilizada, basta ele enviar um pedido de dinheiro para você que a opção cadastro aparecerá instantaneamente.


O serviço funciona como enviar uma foto ou compartilhar um documento com um contato. Quem já estiver com o serviço disponível pode encontrá-lo na área de compartilhamento de arquivos e para fazer o cadastro é rápido e fácil, basta seguir os passos:


  1. Atualizar o seu WhatsApp e deixá-lo na última versão disponível;

  2. Configurar o Facebook Pay (disponível nas configurações do WhatsApp);

  3. No Facebook Pay, cadastrar um cartão de débito. Lembre-se, o recurso aceita cartões dos seguintes bancos:


  • Banco do Brasil: Visa

  • Banco Inter: Mastercard

  • Bradesco: Visa

  • Itaú: Mastercard

  • Mercado Pago: Visa

  • Next: Visa

  • Nubank: Mastercard

  • Sicredi: Mastercard e Visa

  • Conta digital da Sicredi (Woop): Visa


Feito isso, você estará pronto para receber e enviar dinheiro pelo WhatsApp 24h por dia.



Existe um limite de transações?


Existe um limite diário e mensal que você pode enviar aos seus contatos pelo WhatsApp. Por dia, você pode enviar até R$1.000 e receber 20 transações, ou totalizar R$5.000 por mês.


É possível fazer pagamentos em conversas em grupo?


Você pode iniciar o processo em um grupo, mas a realização de transações é individual. Ou seja, se você está em um grupo com quatro pessoas, você terá que realizar o passo a passo quatro vezes para realizar um pagamento ou enviar um pedido de dinheiro a cada uma delas.


E não se esqueça que em um grupo todos os participantes conseguirão ver o pagamento e valor da transação, o mais aconselhável é realizar o processo de forma individual.



53 visualizações0 comentário