Você tem uma notificação: E-MAIL!


As grandes companhias utilizam o e-mail como ferramenta de comunicação primária para atender e conquistar clientes. Contudo, essa tática precisa estar desenhada sob alguns preceitos básicos que definem a sua eficácia - levando em consideração a perspectiva do receptor, cuja tendência é marcar como spam e-mails duvidosos. Segundo David Murphy, fundador e CEO da Nvent Marketing, existem 10 dicas para que você consiga minimizar as chances do seu e-mail ser descartado:


  1. Sempre utilize a sua base de dados: práticas como aquisição de base de dados terceirizadas é um caminho perverso e pode comprometer o seu tempo e resultado. Prefira trabalhar com a construção da sua própria lista de contatos, pode até ser um processo moroso, mas, ao final, compensará.

  2. Conteúdos relevantes: se a sua intenção é agregar faço-o com a integridade devida. Construa e-mails que despertem atenção da sua base de dados. A relevância fará com que os seus alvos permaneçam sedentos por mais informações.

  3. Segmente e personalize: realize uma segmentação para as suas campanhas via e-mails, só essa prática pode acarretar em um aumento de 50% do seu CTR. Um estudo diz que 88% dos usuários tendem a engajar mais com e-mails que parecem ser escritos diretamente para eles, portanto, personalizem.

  4. Não dificulte o cancelamento da inscrição: deixe que a opção para cancelar o recebimento dos e-mails seja fácil e prático para o usuário.

  5. Evite palavras que remetam a spam: não insira no título ou corpo do seu texto termos chavões que incitem contextos de propagandas apelativas.

  6. Identifique o melhor horário para enviá-los: alguns especialistas de marketing consideram que o período da manhã, entre às 08h e 11h, nas terças, quartas e quintas, é mais propensos para resultados positivos.

  7. Teste antes de enviar: encaminhe para amigos, companheiros de trabalho e/ou funcionários. Depois, solicite feedback. Isso irá te ajudar a aparar arestas e conseguir desenhar o melhor formato de e-mail persuasivo.

  8. Higienize sua lista de contatos: esteja atento para a aderência do seu público aos materiais que estão sendo encaminhados. A estratégia é que o processo seja orgânico e modular. Vá se adequando.

  9. Capriche no assunto: a capa do seu e-mail é o assunto, ele irá definir se o usuário está interessado em abri-lo ou não.

  10. Otimize para versão mobile: hoje, mais de 50% dos e-mails são abertos na versão para aparelhos móveis. Teste a experiência do usuário e se adeque para os diferentes formatos de tela e display.


Promover e-mails que geram engajamento é de longe uma tarefa fácil, mas realize-a da melhor maneira possível. Não produza nada que implique desleixo e possa comprometer a sua relação com o consumidor. Adicione um esforço extra e mantenha consistência na sua trilha para conquistar uma audiência fiel.


17 visualizações0 comentário