Shopping Voice: Conheça essa tendência

Já pensou em comprar um tênis pela internet, usando apenas a voz? Parece meio loucura, mas isso está muito perto de se tornar realidade. Com o uso cada vez mais rotineiro de assistentes virtuais (como Siri, Alexa e Google Assistente) para tarefas do dia a dia, a tendência é que esse serviço possa também ser utilizado para as compras online. Conheça mais sobre a tendência do shopping voice, com esse super artigo!


O que é Shopping Voice

Com o crescimento exponencial do e-commerce nos últimos anos, muitas oportunidades surgiram com o intuito de facilitar a compra e proporcionar ao internauta uma experiência ainda melhor nas plataformas digitais.

A partir disso, a modalidade de shopping voice (compras realizada por comandos de voz) está ganhando maior espaço no mercado virtual. Uma pesquisa realizada nos EUA pela Capgemini, estima que 51% das pessoas entrevistadas já usam assistentes de voz e que 35% realizam compras pela plataforma.

Essa inovação tem tudo para fazer sucesso em território brasileiro, pois segundo uma pesquisa realizada pela Ilumeo, 48% dos brasileiros entrevistados usam assistentes de voz pelo menos uma vez por semana e 87% deles tem como principal uso a busca por voz. Esses dados só mostram que essa nova forma de comprar online é uma das apostas do varejo para os próximos anos e que quem não estiver preparado para ela, poderá ser ultrapassado concorrência.

Como preparar a minha loja para comando de voz

Para não ficar para trás na ascensão do Shopping Voice, é necessário se adaptar às novas tecnologias. Vamos dar algumas dicas de como preparar a sua loja virtual para compras por comando de voz:

Realize uma boa configuração de API

API (Application Programming Interface) são vários programas que vão fazer a ponte entre a assistente virtual e os softwares necessários para o funcionamento do shopping voice. Por isso, dar atenção a sua configuração é essencial para quem busca ingressar nesse nicho do mercado.

Invista em SEO

Quando falamos em SEO (Search Engine Optimization), é comum lembrar de estratégias para melhor ranqueamento nas buscas do Google. Entretanto, as pesquisas por voz exigem uma estratégia mais aprofundada, pois a nossa fala é bem mais desenvolvida que a nossa escrita, não é mesmo?

Por isso, as informações sobre o produto também precisam ser repensadas para obter respostas de forma simples e direta, pois as assistentes virtuais tendem a focar em descrições curtas e completas.

Aposte em longtail

As palavras-chave de cauda longa (ou longtail) são expressões de busca mais específicas e terão grande importância nas compras por comando de voz. Isso se deve ao fato das pessoas interagirem com as assistentes virtuais como se estivessem realmente falando com uma pessoa.

Quando fazemos uma busca pelo navegador, utilizamos menos palavras e falamos de forma mais direta, enquanto em uma pesquisa com a SIRI, por exemplo, falamos de forma mais natural e com frases mais completas.

Possibilidades do Shopping Voice

O consumidor atual ama praticidade e agilidade, principalmente quando se trata em compras online. Com o shopping voice ele terá inúmeras possibilidades para atender as suas necessidades e otimizar tempo.

Imagine que você está lavando roupa e percebe que o sabão em pó acabou. Ao proferir as palavras “Alexa, compre sabão em pó”, por exemplo, a assistente virtual fará uma busca baseada no seu histórico de compra, apresentando um produto da marca que você consome com frequência e informará o preço e o tempo de entrega. Genial, não é mesmo?

Agora, outro exemplo: Você está no seu carro, retornando do trabalho, e decide pedir uma pizza porque está muito cansado para preparar o jantar. A compra online por comando de voz permitirá que você faça o pedido enquanto estiver no trânsito e receba quando chegar em casa, otimizando tempo e facilitando a vida do consumidor.

Essas são apenas algumas situações hipotéticas que se tornarão rotina com a popularização desse serviço. Logo será possível realizar as compras do mês somente ditando os itens da lista para o Amazon Echo, ou pedir para o Google Assistente comprar um tênis durante o intervalo da sua série na academia.


A inteligência artificial veio para ficar e ela trará diversos benefícios ao mercado eletrônico. É possível dizer que estamos sendo apresentados à um futuro que poderá trazer novos e fortes players para essa realidade ora fantasiosa, mas cada dia mais plausível.


Quer ficar por dentro das novidades e curiosidades sobre o mercado eletrônico brasileiro? Acompanhe as postagens do nosso blog e nos siga em nossas redes sociais!

Posts recentes

Ver tudo
banner-min.png

AJUDAR VOCÊ A VENDER MAIS!

AS PRINCIPAIS FERRAMENTAS PARA E-COMMERCES E SELLERS DE MARKETPLACE UNIDAS EM UM EVENTO COM UM ÚNICO PROPÓSITO.

- 19 DE AGOSTO -