Reputação no marketplace

Os MARKETPLACES são considerados grandes canais de vendas, como se fossem shoppings no ambiente virtual, onde milhares de pessoas compram e vendem produtos e serviços, além de trafegar diariamente como potenciais consumidores. Nesse universo, excepcionalmente para os sellers, existe uma grande oportunidade de que as suas vendas tomem proporções escaláveis, proporcionando um ágil desenvolvimento do seu negócio. Diversas lojas e produtos conseguem atingir os mais diferentes perfis consumidores em um único espaço, canalizando todas as oportunidades. Contudo, para que os marketplaces sejam lugares agradáveis e atrativos a esses potenciais clientes é indispensável que a reputação deles seja positiva o suficiente para agregar uma visibilidade que transmita confiança.


Quando um consumidor estabelece uma relação de confiança com as empresas e com seus produtos ou serviços eles acabam por determinar a reputação daquela loja a partir de suas experiências, como cada loja virtual precisa estar atenta a sua reputação, sabendo que ela interferirá diretamente em suas vendas, a reputação dos marketplaces dependem da soma da reputação dessas lojas e da experiência do cliente dentro da plataforma de serviços. Alguns aspectos são essenciais para definir a reputação das empresas nos marketplaces e merecem total atenção: a qualidade do produto; prazo de entrega das encomendas; posição do cliente que já adquiriu o produto; atendimento de excelência e transparência de informações e dos processos durante a jornada do cliente. Essas análises realizadas pelos consumidores podem comprometer, e muito, o score de reputação dessas lojas, portanto, tratar todo cliente com atenção e um bom atendimento se torna requisito mínimo.



As plataformas trabalham por meio de algoritmos para facilitar a reunião de informações baseadas em dados. Nos marketplaces os algoritmos contribuem para divulgar e propagar anúncios com intuito de atingir um público alvo específico e quanto melhor a loja estiver ranqueada pelos seus clientes maior será a sua propagação. A gestão das lojas virtuais nos marketplaces requer uma série de cuidados durante as operações cotidianas: garantir que todas as dúvidas dos clientes sejam prontamente respondidas, conceder vantagens e benefícios sobre alguns produtos para gerar fluxo de interessados e, sempre, ficar de olho nos feedbacks de avaliação dos compradores. O seller que estiver atento a esses cuidados e compreender a premissa de como essas plataformas funcionam conseguirá gerir um negócio prontamente escalável.

47 visualizações0 comentário