Como aplicar a UX em meu e-commerce?



O cliente esta cada vez mais no centro do negócio.


Com a concorrência mais acirrada, as empresas estão focando na experiência do consumidor para se destacar em meio a multidão.


O e-commerce não fica fora dessa.

É muito comum encontrarmos sites e lojas virtuais desenvolvidas a partir de conceitos do UX.


Segundo a pesquisa feita pela Adobe, 38% dos usuários que fazem compra online abandonam o site porque o layout e as fotos não são atraentes.


E 39% dos usuários também abandonam o site porque as imagens não carregam.

Esses fatores estão atrelados ao UX.


A experiência do usuário é o que vai definir um fluxo de compra mais efetivo, prático, rápido e seguro.

Por que devo investir em UX no meu e-commerce?


O UX vai cuidar de todos os aspectos relacionados aos sentimentos dos usuários ao acessarem o seu site, não é apenas uma questão de estética.

Por isso, é importante pensar na disposição dos produtos, e em categorias e subcategorias bem ordenadas.


Dessa maneira, será mais fácil para o usuário encontrar o que ele quer e navegar de forma mais objetiva pelo site.

Mesmo com um fluxo de compra bastante eficiente, o mais importante da experiência do usuário no e-commerce é o ROI (Retorno Sobre Investimento, na tradução).

Esse é um cálculo feito para saber se a empresa está ganhando ou perdendo dinheiro com um investimento feito.

Portanto, com uma boa usabilidade no site, a tendência é o ROI do e-commerce ser positivo, já que ele provavelmente irá aumentar o número de conversões dentro do site.


Isso significa investir menos e ter um lucro maior na sua empresa.


Como é aplicado o UX na prática?

Sabendo que o UX é uma estratégia de design pensada no consumidor, quais os benefícios para o negócio? Como ele será aplicado na prática?


São questões que certamente você deve estar se fazendo nesse momento.

Desse modo, para te ajudar com essas dúvidas, confira quais são os principais motivos para investir em User Experience e como as estratégias podem ser empregadas dentro de um projeto.

Usabilidade do site


É fundamental para uma boa navegabilidade que a navegação seja rápida e, acima de tudo, ofereça segurança no momento que o usuário estiver acessando sua loja.


Acessibilidade


Disponibilizar as informações e conteúdos do site para qualquer tipo de usuário, de maneira segura e autônoma.


Desse modo, independente se o usuário tem algum tipo de deficiência, necessidades específicas, ou até mesmo se não tenha muito contato com o mundo digital, é fundamental que ele consiga ter acesso a tudo no site.

Arquitetura da informação


As informações precisam estar bem estruturadas dentro do site.


Além disso, é preciso ter cuidado com as informações, se o cliente perceber que o conteúdo é cópia ou está desatualizado, isso vai afetar a credibilidade do seu negócio.


Por isso, certifique-se de que as informações estão completas e atualizadas.


Sem falar que é preciso ter um menu bem organizado, onde o usuário encontre todas as categorias e subcategorias.


Informações sobre a empresa e produtos


Uma área onde o usuário possa conhecer a empresa, a visão e os valores da marca. Assim como as informações do produto.


Proximidade com o cliente


Humanize a relação com o cliente. Mesmo sendo um e-commerce, mostre que ele pode contar com a sua marca e que se tiver qualquer problema, terá todo o amparo necessário para uma boa compra.


Um bom exemplo são empresas como a Magazine Luiza e a Netshoes, que quando uma compra é efetuada, o cliente recebe mensagens informando todas as etapas do seu pedido.


No entanto, essas mensagens são tão humanizadas que dão a impressão que não são automáticas e oferece muita proximidade, mas de maneira muito profissional.


Check-out


Área do site com informações de compra, inserção de informações pessoais e do cartão. Ofereça um check-out claro e ágil.


Por isso, lembre-se que nesse momento o cliente deve se sentir seguro para incluir seus dados.


Canal de contato


Caso o cliente tenha algum tipo de problema, disponibilize um canal de contato eficiente e que realmente ajude o consumidor quando ele precisar.


Uso de botões atraentes e chamativos


A inserção de botões podem ajudar o cliente a comprar o produto de maneira mais rápida e fácil.


Dessa maneira, esse pode ser um recurso valioso para atrair o usuário.


Tamanhos de tela


O usuário não acessa o e-commerce apenas por uma plataforma.


É preciso pensar em telas para smartphone, tablet e PC.


Ele pode começar vendo seu produto pela rede social no celular, e efetuar a compra pelo computador, por exemplo.


Portanto, em todos esses lugares, o site precisa entregar uma boa experiência.